Renúncia

  • segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014
  • Posted by Herminio Neves de Jesus

Hoje meus pensamentos quase me traíram, por um instante te encontrei num olhar Meu corpo se acendeu queria te abraçar, mas não pode. Por um momento julguei possível tocar você, mas não posso. Meus pensamentos de novo te buscam, mas o meu eu, mandou ignora-lo. Como é forte um sentimento. Como é difícil, não te querer, tocar você. Não posso. Vou fugir pra longe, talvez eu consiga arrancar de dentro de mim esse sentimento, Olhar em teus olhos é ver um novo mundo à minha volta, Sentir seu cheiro, é um delírio pra meu corpo. Minha fantasia se desespera com minha renúncia. Meu corpo se retrai. Ele quer você. Não posso. Nas madrugadas frias e silenciosas meus pensamentos tentam entender esta renuncia, como deixar pra trás esse, esse fogo que queima meu peito, palpita meu ser. Adormecer é um castigo, acordar é sentir tudo de novo. E o sol me toca, me queima, e a brisa me desperta pro novo dia. Não posso... Herminio Neves.

0 comentários: